Feeds:
Artigos
Comentários

Archive for the ‘DIY’ Category

Efeito Lomo

holga

 A grande maioria das pessoas que gosta de tirar fotos e se interessa por esse universo mágico da fotografia, conhece as câmeras Lomo. Elas são câmeras analógicas muito simpáticas visualmente e têm um resultado final muito peculiar, e esse resultado depende do modelo da câmera e das suas respectivas lentes. Achei num blog muito gracinha, o lomogracinha, um jeito bem fácil de fazer esse efeito nas fotos digitais. Quem tem photoshop em casa e sabe usar, ou manja um pouquinho, é muito fácil, tem uns passos bem explicadinhos. Dêem uma olhada em quão legal as fotos ficam (se clicar na imagem dá pra ver melhor o efeito):

DSC00721

dudss

DSC02714

DSC01385

DSC01350

DSC00962

A belezinha que está abrindo o post é uma Holga, e ela faz mais ou menos o efeito dessas fotos. E cada vez a desejo mais… hahaha

Espero que tenham gostado e tentem nos seus photoshops da vida, beijos, até mais.

Sabrina Brun

Read Full Post »

DIY: How To Fuck Up Your Hair

hh

Esse “faça-você-mesmo”  é um tanto quanto diferente, digamos assim. Eu, Sabrina Brun, venho por meio deste expor a vocês que mudei de ideia sobre anilina. What?? Sim, eu disse que vale muito a pena, incentivei o uso, e ainda incentivo. Com minhas experiências com anilina eu posso dizer que funciona sim! É barato demais, vale a pena e eu não me arrependi. A coisa é que dá muito trabalho, o cuidado com manchas é dobrado, já me desesperei várias vezes por medo de sujar alguma coisa que não podia, ou que não era minha. E como sou um ser humano do grupo da preguiça, é muito esforço pra minha pessoa, então toda vez que uso, penso: Nunca mais vou usar anilina, porque eu nunca lembro o trabalho que dá até começar a fazer. 

Mostrarei então a última coisa que fiz no meu cabelo sozinha. Seguem as fotos:

1-2-3-4

Descolori de qualquer jeito, pintei de qualquer jeito e joguei a sorte. Ok, admito que o resultado inicial me assustou um pouco, mas após algumas lavagens, eu comecei a gostar, ele ficou todo desigual. As mechas que eram azuis antes deixei brancas, desbotaram algumas mechas azuis pro verde e outras pro cinza.

Eu posso dizer que consegui o resultado podre e desigual que queria, algo tipo “nem me esforcei pra ter esse cabelo ruim”. O que foi o que realmente fiz. Ele ficou ressecado pelo descoloração, é óbvio, mas preciso me prometer que vou cuidar! hahaha

hair

Então é isso, da próxima vez usarei tinta! 🙂

Se você ainda não viu o post sobre o uso de anilina para colorir o cabelo em casa, aqui está.

Ah, e sobre esse corte indecifrável: sim, fui eu.

Beijos, até mais. Sabrina Brun

Read Full Post »

Colorindo o cabelo: Anilina

Anilina para MADEIRA! Se você for fazer em casa é muito importante que seja pra madeira, pois li em alguns lugares que a comestível pode mofar o cabelo, e ninguém quer isso, né?

Eu vivo testando maneiras alternativas de fazer as coisas, e essa eu posso ga-ran-tir que funciona! É um método muito barato de colorir o cabelo, dura bastante tempo e as cores são muito bonitas. Você pode variar as cores misturando-as entre si até atingir a que deseja. Vi em alguns blogs que tem gente que até usa no cabelo todo, e o resultado fica  muito bom. Adoro cores diferenciadas nos cabelos, e já testei suco e uma canetinha especial!

A verdade é que eu acho que tinha medo de a tinta não sair totalmente, mas rompi essa barreira e a anilina sai sim, mas demora. Então, se você procura uma alternativa barata e eficaz, siga as instruções:

Materiais:

1. Luvas cirúrgicas ou especiais para usos capilares

2. Álcool

3. Anilina

4. Violeta Genciana (opcional)

5. Recipiente para fazer a tinta

6. Condicionador

7. Papel filme

Obs.: É muito importante lembrar que a cor só ficará boa em cabelos descoloridos ou loiro bem claro!

Eu já havia pintado uma vez assim de azul, mas quando começou a desbotar foi ficando uma cor esverdeada que não é a minha favorita. E é por isso que usei umas gotas de Violeta Genciana na mistura, pra não ter essa coloração.

Para começo de história, é bom que você forre o local que vai preparar a tinta com papel filme, porque anilina e violeta genciana são altamente mancháveis, e use uma roupa velha ou alguma toalha para proteger, isso evita futuros transtornos. E esqueci de fotografar, mas você vai precisar de algo para mexer a tinta, né.

Então, coloque a  quantidade de anilina que achar necessária para a quantidade de cabelo que quer colorir no recipiente e dissolva com uma  quantidade de álcool proporcional. Se isso não for feito seu cabelo pode ficar manchado. Em seguida, no meu caso, acrescentei um pouco de violeta genciana, mas só se você quiser porque não interfere muito na cor final.

Acrescente o condicionador até adquirir uma textura que você julgue ser boa, imagine uma tinta ou algo assim. Misture bem, passe no cabelo e envolva com papel filme. Deixe o máximo que puder, não tem um tempo máximo estimado. Não se preocupe que o álcool possa  ressecar seu cabelo pois ele vai evaporar. Depois é só lavar bem com shampoo, e tome cuidado porque pode manchar alguma roupa até a próxima lavagem. E o resultado:

Fiz uma comparação das cores (a cor do meu cabelo ficou diferente, mas o que importa é o azul) com e sem a Violeta Genciana, eu particularmente achei mais bonito o resultado sem ela, porque vai pra um azul mais vivo, com ela desbota pro cinza. Dá uma olhada:

É uma pena que eu não tenha conseguido tirar nenhuma foto inteira com a cor inicial, mas aqui tem uma foto de como está agora:

Então espero que tenha ajudado, qualquer dúvida é só perguntar nos comentários que responderei com prazer 🙂

Beijos, até mais

Sabrina Brun

Read Full Post »

Porta cachecóis/bolsas/roupas…

Estava eu sem nada para fazer, eis que tenho uma ideia. Uma ideia para ajudar a manter meu quarto um pouco mais organizado (olha que não é uma tarefa muito fácil); fabricar um porta cachecóis/bolsas/roupas…

Materiais:

-Madeira;

-Cola;

-Tecido.

Se for necessário comprar os materiais, os gastos são baixos, mas acho que a maioria das pessoas tem em casa.

Aí vai o Passo a passo:

Image

No meu caso, fui até onde fica a lenha na minha casa e escolhi dois pedaços, um  estreito e comprido para ser a base (do tamanho que achar melhor) e um mais fino e quadrado (ok, sei que não deu pra entender direito), melhor ver na foto acima. hahaha.

No pedaço que não é a base eu fiz riscos de 7 em 7cm ,e cortei, você pode cortar do tamanho que preferir, formando assim os pinos onde vão ser penduradas as coisas. Simples (exceto a parte de cerrar). Corte quantos pinos desejar… para o meu cortei 5.

Bom, no próximo passo é só colocar a cola branca sobre a madeira da base e colar o tecido, como se estivesse encapando um presente.

Para encapar os pinos você pode escolher um tecido diferente ou usar o mesmo. Nas pontas o tecido pode desfiar, então aconselho passar um esmalte incolor. Em seguida é só distribuir proporcionalmente os pinos na base e pregar, colocando os pregos por trás (logicamente).

E em seguida, é só colocar na parede, claro.

E, acima o resultado… Muito prático de fazer!

Espero que tenham aproveitado o tutorial…

Beijos, e até mais!

Eduarda Passos.

Read Full Post »

Galaxy Leggings

Com as ideias de queridas leitoras, fui pesquisar a sugestão sobre como fazer uma Galaxy T-shirt, mas depois de muito olhar e procurar por aí, decidi fazer uma Galaxy Leggings. Sabem como é, mais diferente, mais legal!

Encontrei umas inspirações no tumblr de uma amiga (clica aqui) de umas galaxy leggings incríveis. Claro que o bom e velho faça-você-mesmo sempre ficará muito diferente do que o que você viu na foto. Normal.

Prosseguindo com o post, mostrarei agora, como é que fiz a MINHA galaxy leggings. Presta atenção:

Materiais:  

• Legging preta;

• Tintas para pintar tecido nas cores branco/azul/roxo/rosa;

• Água sanitária com spray;

• Escova de dentes;

• Pincel fino;

• Luvas.

Para começar, vista um avental ou uma roupa que não haja problema manchar e coloque suas luvas, pois a água sanitária agride a pele. Depois escolha as cores que você quer, tons azuis, roxos e rosas, vai do seu gosto.

Primeiro vá “espirrando” as tintas coloridas separadamente, misturadas ou intercaladas por praticamente toda a meia com a escova de dentes, fazendo com mais intensidade de tinta em alguns pontos, pra formar espécies de “nichos de estrelas” (inventando expressões). Repita várias vezes esse processo, ele é muito importante pra dar o melhor acabamento.

Após a secagem da tinta (no meu caso precisou de uma dia), espirre bastante a água sanitária, faça várias aplicações sobrepostas, concentrando um pouco mais no centro, para dar um efeito degradê, bem galáctico. A cor a princípio deverá ser laranja.

Em seguida, com a tinta branca, espirre novamente na meia, fazendo mais estrelas. Intercalando entre novos lugares da meia e sobre os locais com tinta colorida e concentração de água sanitária. Divirta-se nessa etapa, pois ela é necessária e muito importante!

Agora é opcional, mas você pode desenhar pequenas estrelas com o pincel, por isso ele deve ser bem fino. Faça quantas você quiser e achar melhor. Espere secar, e está pronta! Use-a com coturnos, tênis, sapatos mais pesados e coisas assim.

Espero que tenham gostado, e consigam com a minha ajuda! Em um outro post mostrarei em fotos como ela ficou!

Qualquer dúvida, reclamação, depoimento, ideia, é só deixar nos comentários!

Fotos

Sabrina Brun

Read Full Post »

Tie Dye em calça jeans

Nós sempre temos aquela calça jeans no fundo do armário que não gostamos mais, pois bem vou dar uma dica do que fazer com ela. Tie dye!

Image

Quanto mais azul for a cor do jeans melhor, porque se ele for meio esverdeado quando descolorir vai ficar com cor de encardido.

Os materiais são de fácil acesso:

-Água sanitária

-Barbante

-Calça jeans com lavagem azul

O processo é muito simples, você deve amarrar a sua calça, não há nenhuma regra para isso, vai da sua imaginação, eu amassei as pernas da calça e amarrei, depois fiz várias amarrações na cintura. Se você não tiver barbante pode amarrar com lã mesmo, só cuidado para não arrebentar pois é necessário amarrar bem forte

Image

Depois é só deixar a calça de molho em uma solução de água sanitária e água. Meio litro de água sanitária já é suficiente, ai é só completar com água normal até metade do balde mais ou menos.

O importante é a calça inteira ficar mergulhada, por isso é indicado de hora em hora mexer ou virar a calça.

Depois de 4 horas já pode tirar a calça. Lave bem, tente tirar a água sanitária o máximo possível, pois a roupa pode se degradar.

Pronto, aquela calça que você não gostava mais agora pode ser usada de novo!

Image

Image

Image

Image

Beijos, até mais. Eduarda Passos

Read Full Post »

Cool Até a Próxima Lavagem

Nossas mães e vós devem saber sobre essa “nova adaptação” que está sendo vista por aí: colorir o cabelo com suco. E isso, é porque é uma ideia muito antiga, conhecida por muitas pessoas. Mas aí você pensa: “Pintar o cabelo com suco? Tá falando sério?” Sim, pois estou. E você pode não querer acreditar de primeira, mas fica muito legal, vou provar isso, e vou mostrar o passo a passo de como fiz, mega simples (e óbvio). É muito importante lembrar que só vai dar certo com um cabelo muito claro, senão não vai pegar. Aqui vai:

1. É só escolher a cor que você quiser.

2. Misture o pó com um condicionador ou creme.

3. e 4. Vá acrescentando o condicionador até conseguir uma boa consistência.

Obs.: Não tirei foto, mas é bom colocar água fervendo pra dissolver o açúcar e deixar só o corante.

Então passar no cabelo nos locais que desejar, envolver com papel filme, esperar por volta de 30 minutos, e ver o resultado!

E o resultado:

Tive uma pequena decepção com esse azul, como vocês podem ver, ele ficou verde. É. Frustrante. Ele durou apenas até a próxima lavagem com essa marca. Mas tem outras marcas que são por volta de 0,10 centavos (!) que ficam durante bem mais tempo, mas aí só tem as cores tradicionais, como laranja, rosa e amarelo. Aqui uma foto de outra marca com a cor rosa, e consegui um efeito degradê muito mágico…

Então é isso, tem um blog gringo que trouxe de volta essa ideia, dá uma olhada pra ajudar.

Espero que tenham gostado!

Um Beijo, até mais.

Sabrina Brun

Read Full Post »

Older Posts »