Feeds:
Artigos
Comentários

Os números de 2012

Os duendes de estatísticas do WordPress.com prepararam um relatório para o ano de 2012 deste blog.

Aqui está um excerto:

4,329 films were submitted to the 2012 Cannes Film Festival. This blog had 25.000 views in 2012. If each view were a film, this blog would power 6 Film Festivals

Clique aqui para ver o relatório completo

hh

Esse “faça-você-mesmo”  é um tanto quanto diferente, digamos assim. Eu, Sabrina Brun, venho por meio deste expor a vocês que mudei de ideia sobre anilina. What?? Sim, eu disse que vale muito a pena, incentivei o uso, e ainda incentivo. Com minhas experiências com anilina eu posso dizer que funciona sim! É barato demais, vale a pena e eu não me arrependi. A coisa é que dá muito trabalho, o cuidado com manchas é dobrado, já me desesperei várias vezes por medo de sujar alguma coisa que não podia, ou que não era minha. E como sou um ser humano do grupo da preguiça, é muito esforço pra minha pessoa, então toda vez que uso, penso: Nunca mais vou usar anilina, porque eu nunca lembro o trabalho que dá até começar a fazer. 

Mostrarei então a última coisa que fiz no meu cabelo sozinha. Seguem as fotos:

1-2-3-4

Descolori de qualquer jeito, pintei de qualquer jeito e joguei a sorte. Ok, admito que o resultado inicial me assustou um pouco, mas após algumas lavagens, eu comecei a gostar, ele ficou todo desigual. As mechas que eram azuis antes deixei brancas, desbotaram algumas mechas azuis pro verde e outras pro cinza.

Eu posso dizer que consegui o resultado podre e desigual que queria, algo tipo “nem me esforcei pra ter esse cabelo ruim”. O que foi o que realmente fiz. Ele ficou ressecado pelo descoloração, é óbvio, mas preciso me prometer que vou cuidar! hahaha

hair

Então é isso, da próxima vez usarei tinta! 🙂

Se você ainda não viu o post sobre o uso de anilina para colorir o cabelo em casa, aqui está.

Ah, e sobre esse corte indecifrável: sim, fui eu.

Beijos, até mais. Sabrina Brun

Nós viemos aqui com orgulho apresentar a vocês o nosso produto final do Trabalho de Conclusão de Curso do Técnico em Comunicação e Produção Multimídia! Após o diploma já somos quase adultas (aham, tá bom), e pra chegar até aqui precisamos de um pouquinho de esforço…

Para o TCC utilizamos como estudo de caso, como vocês poderão ver, a Ótica Casa dos Óculos. A ótica em questão possuía uma deficiência em divulgação para o público jovem e com base nisso pesquisamos um meio de divulgação que fosse interessante e atrativo, algo que os levassem até a loja para ver os produtos. Após 3 sessões de fotos, inclusive nós no meio, edições sem fim, diagramação, conversão, exportar e importar arquivos, tentar outros formatos, perca de arquivo, inúmeros outros contratempos e vários meses de trabalho, chegamos ao resultado final que mostramos em primeira mão aqui 🙂

No futuro queremos hospedá-lo em um domínio próprio, ou no site que a loja for adquirir, mas é algo para se pensar depois. Agora aproveitem as fotos porque fizemos o catálogo todo com muito carinho. Para ver o catálogo, é só clicar na foto abaixo:

facebook Casa dos Óculos

Modelos: Fernanda Passos/ Mariana Passos/ Renata castilho

Curta o catálogo no facebook para nos ajudar na divulgação! Tem um link na direita embaixo dele.

Beijos, e até mais

Eduarda Passos e Sabrina Brun

Anilina para MADEIRA! Se você for fazer em casa é muito importante que seja pra madeira, pois li em alguns lugares que a comestível pode mofar o cabelo, e ninguém quer isso, né?

Eu vivo testando maneiras alternativas de fazer as coisas, e essa eu posso ga-ran-tir que funciona! É um método muito barato de colorir o cabelo, dura bastante tempo e as cores são muito bonitas. Você pode variar as cores misturando-as entre si até atingir a que deseja. Vi em alguns blogs que tem gente que até usa no cabelo todo, e o resultado fica  muito bom. Adoro cores diferenciadas nos cabelos, e já testei suco e uma canetinha especial!

A verdade é que eu acho que tinha medo de a tinta não sair totalmente, mas rompi essa barreira e a anilina sai sim, mas demora. Então, se você procura uma alternativa barata e eficaz, siga as instruções:

Materiais:

1. Luvas cirúrgicas ou especiais para usos capilares

2. Álcool

3. Anilina

4. Violeta Genciana (opcional)

5. Recipiente para fazer a tinta

6. Condicionador

7. Papel filme

Obs.: É muito importante lembrar que a cor só ficará boa em cabelos descoloridos ou loiro bem claro!

Eu já havia pintado uma vez assim de azul, mas quando começou a desbotar foi ficando uma cor esverdeada que não é a minha favorita. E é por isso que usei umas gotas de Violeta Genciana na mistura, pra não ter essa coloração.

Para começo de história, é bom que você forre o local que vai preparar a tinta com papel filme, porque anilina e violeta genciana são altamente mancháveis, e use uma roupa velha ou alguma toalha para proteger, isso evita futuros transtornos. E esqueci de fotografar, mas você vai precisar de algo para mexer a tinta, né.

Então, coloque a  quantidade de anilina que achar necessária para a quantidade de cabelo que quer colorir no recipiente e dissolva com uma  quantidade de álcool proporcional. Se isso não for feito seu cabelo pode ficar manchado. Em seguida, no meu caso, acrescentei um pouco de violeta genciana, mas só se você quiser porque não interfere muito na cor final.

Acrescente o condicionador até adquirir uma textura que você julgue ser boa, imagine uma tinta ou algo assim. Misture bem, passe no cabelo e envolva com papel filme. Deixe o máximo que puder, não tem um tempo máximo estimado. Não se preocupe que o álcool possa  ressecar seu cabelo pois ele vai evaporar. Depois é só lavar bem com shampoo, e tome cuidado porque pode manchar alguma roupa até a próxima lavagem. E o resultado:

Fiz uma comparação das cores (a cor do meu cabelo ficou diferente, mas o que importa é o azul) com e sem a Violeta Genciana, eu particularmente achei mais bonito o resultado sem ela, porque vai pra um azul mais vivo, com ela desbota pro cinza. Dá uma olhada:

É uma pena que eu não tenha conseguido tirar nenhuma foto inteira com a cor inicial, mas aqui tem uma foto de como está agora:

Então espero que tenha ajudado, qualquer dúvida é só perguntar nos comentários que responderei com prazer 🙂

Beijos, até mais

Sabrina Brun


Sherlock Holmes, o mais famoso detetive da história, e seu amigo Dr. Watson vivem mais uma aventura nesse segundo filme. O genial Professor Moriarty, mestre do crime e arqui-inimigo de Holmes, está planejando causar uma guerra mundial. Holmes e Dr. Watson descobrem as intenções do professor e tentam impedir a catástrofe iminente. No decorrer da história aparecem novos personagens que ajudam ambos a chegar ao melhor desfecho para o problema, a cigana Simza, e Mycroft, irmão do ilustre detetive inglês.

A escolha do elenco, que foi feita para o primeiro filme e mantida no segundo, não poderia ser melhor, para o papel principal foi escolhido Robert Downey Jr. (lindo e sexy hahah), ator que interpreta o “Homem de Ferro”; Dr. Watson foi interpretado por Jude Law; e o antagonista, Professor Moriarty, por Jared Harris.

O filme retrata a astúcia e a genialidade de Sherlock Holmes, mostra especificamente o método e a capacidade de percepção que tornaram o detetive famoso. Como nos livros, algumas das características peculiares do investigador são mantidas: a notável inteligência, a falta de tato, os vícios, e a arrogância de Holmes. Foram construídos, entre o livro e o filme, personagens bem semelhantes, com algumas diferenças na aparência física, mas com o mesmo jeito “sherlockiano”.

Tanto a direção do filme como os efeitos especiais merecem serem comentados, com muitas cenas de ação e tomadas em câmera lenta que facilitam para o telespectador perceber o que está acontecendo com mais detalhes. O modo como sustentam o suspense do filme envolve quem assiste e faz com que tudo pareça mais real e tangível.

Com uma pitada de humor e um gênero mais clássico o filme ganhou destaque e reconhecimento entre amantes dos livros de romance policial, e até mesmo fora desse círculo.

Um beijo e até mais!

Eduarda Passos

O filme conta a história clássica da Branca de Neve até o momento que o caçador a encontra na floresta a mando da rainha má que quer seu coração para permanecer jovem. O caçador é interpretado pelo lindíssimo Chris Hemsworth, o ator de Thor, e seu personagem é um viúvo mau humorado e com mágoas pela morte de sua mulher. A Branca de Neve é interpretada por Kristen Stewart, que por sinal fica muito bem em trajes medievais. Quem interpreta a rainha má é a bela Charlize Theron que absolutamente me encantou com sua beleza no filme.

Na minha opinião tiveram uma escolha muito infeliz das atrizes, afinal não se pode comparar a beleza da Charlize Theron com a Kristen Stewart, que faz muito mais o tipo de garota normal boazinha. Mas já que o foco do filme não é tanto a beleza física da princesa Branca de Neve, mas sim sua ingenuidade e bondade, dá pro gasto.

Algumas coisas é que não dá pra levar muito a sério, como quando Branca de Neve é perseguida pelos homens da rainha logo após fugir da torre em que ficou presa por anos, e se mostra uma atleta e tanto, o que é estranho pra quem ficou presa por tanto tempo. E em alguns momentos senti como se estivesse assistindo Crepúsculo pela atuação da Kristen, mas sua atuação na cena do envenenamento pela maçã foi deveras convincente.

Há também um combate muito bom entre os seguidores da rainha e os seguidores do antigo rei, pai da Branca de Neve.

Charlize Theron foi incrível no papel da rainha, e o príncipe, interpretado por Sam Claflin é zzzZzZzzZz… Até que o caçador a beija e ela acorda, claro, afinal de que seria útil ter Chris Hemsworth no filme se ele não seria o galã do filme? Enfim, o filme em si é bom, nada de espetacular, meio entediante, mas assistível, vale o tempo.

Beijos, até mais. Sabrina Brun =)

Novidades

Olá, estamos aqui, eu e Eduarda, lhes apresentando uma novidade para o blog. Não somos blogueiras assíduas e com grande carga de posts, mas gostamos de postar sobre coisas interessantes e nos preocupamos com a qualidade do conteúdo. Procuramos assuntos que não são comumente vistos por aí, o que dá muito mais trabalho, ou procuramos criar nosso próprio material, como nossas 5 leitoras já devem ter notado. O blog foi criado por nós para pulicarmos coisas de que gostamos, e como pessoas normais (nós achamos) temos diferentes fases na vida. Cada vez o conteúdo muda, e isso pode ser visto através dos nossos posts. O blog agora terá alguns novos assuntos que roubaram nosso interesse nos últimos tempos: livros, séries e filmes. Como esse é um universo a que estamos mais habituadas, fica mais fácil de escrever sobre, e de uma forma que pessoas da nossa idade entendam.

Em geral é isso, esperamos mesmo que gostem e ficamos abertas para qualquer sugestão.

Beijos, até mais.

Sabrina Brun e Eduarda Passos.